Quando se pensa que faltar a compromissos é saudável…

..

Potencial cliente contacta. Vão ligar de volta.
Uma semana depois ligam. Cliente não atende mas liga de volta alguns minutos depois, ouvindo: “Desculpe, etc., etc., ainda está interessado em falar connosco?”.
“Sim.”
“Ok, mas agora desculpe, estou a entrar para uma reunião, ligo-lhe em seguida.”
Quatro dias depois, à falta de contacto, o cliente resolve ligar. Ouve isto:
“Ah, sim, pois, como não me atendeu no outro dia e eu fui para uma reunião, depois passou-me. Sabe como é, estamos muito ocupados!…”
Cliente respira fundo e faz referência serena ao mau augúrio desta dificuldade em contactar e cumprir agenda. Resposta:
“Eu também falho muito com os meus clientes, e os meus fornecedores falham comigo, e ninguém se chateia, porque é assim que tem que ser quando a relação é saudável. Aliás, isto é porque estamos com muito trabalho, e isso é bom sinal, não é?”
Mais: “Não sei se é o seu primeiro negócio, mas bem-vindo à realidade! Aqui as pessoas atrasam-se!”

..

Síntese:
– Faltar a compromissos é saudável;
– Falhar é quase saudável;
– Há a convicção de detenção dum talento de adivinhação do perfil dos interlocutores (neste caso funcionou mal), e nada como ter convicções.

..

* (em sintonia com tudo isto:
Como perder um cliente caído do céu
Como não perder um cliente: 3 vacinas

Edit: try it yourself at http://goo.gl/OcusgV

________________

Pin It on Pinterest

Share This

Partilhar

Partilhar

Partilhe este conteúdo!

%d bloggers like this: