O outro lado existe… (o lado em que o download em si mesmo não é visto como pirataria, mas, isso sim, como divulgação maciça). Neste caso, o outro lado é trazido por um estudo publicado pela HBS.

“apesar da venda de discos ter caído desde 2000, o número de álbuns criados mais do que duplicou – em 2000, foram lançados 35,5 mil títulos, enquanto em 2007, o número chegou a 79,6 mil, incluindo 25,1 mil álbuns digitais”

 

“O download não representaria, portanto, uma venda perdida – remixes e mashups (músicas misturadas) podem até incentivar a venda de canções originais. Além disso, aumentou a procura por espectáculos.” —–> “a venda de música on-line e por dispositivos móveis passou de zero a 2,9 mil milhões de dólares – representando 15% das vendas da indústria discográfica”

Edit: Notícia msn, de 2009, entretanto já indisponível na web.

Pin It on Pinterest

Share This

Partilhar

Partilhar

Partilhe este conteúdo!

%d bloggers like this: