1. Nem tudo o que mexe é potencial cliente com interesse.
  2. Depois de sabermos que clientes queremos abordar (e porquê) convém que os abordemos de facto.
  3. Convém sermos assertivos na abordagem (leais ao “porquê”), para termos pelo menos a oportunidade de captar a sua Atenção* (depois fica mais fácil chegar até às três fases seguintes, a saber: o Interesse, o Desejo, e a Acção/ VENDA – palavra de Marketeer). :)

* A,I,D,A = AIDA.

Pin It on Pinterest

Share This

Partilhar

Partilhar

Partilhe este conteúdo!

%d bloggers like this: